Segurança: exigimos esse direito dos estudantes e trabalhadores

O perigo na BR que dá acesso a Unidade Acadêmica de Serra Talhada superou o do trajeto sinuoso, a falta de iluminação, nessa noite de 3 de dezembro de 2015, propiciou uma tentativa de assalto (suspeita até o momento) a um ônibus da unidade. O mesmo foi atingindo por três tiros, sendo que um deles ultrapassou a janela e quase atingiu os alunos.

Quanto DCE estamos indignados com o fato, não podemos deixa-lo passar impune e vamos lutar para não torne a repetir, estaremos entregando ofícios às polícias Federal e Rodoviária. Para isso, contamos com o apoio de todos os discentes para acompanhar o caso e cobrar soluções da Direção da UAST (amanhã as 16h nos encontraremos no pátio da biblioteca para em seguida reunir com a mesma), da Prefeitura e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), pois não só os alunos, mas toda a comunidade está sendo ameaçada pela falta de segurança.

Segundo a Advocacia Geral da União (AGU), a iluminação pública em trecho urbano de rodovia federal é atribuição do município por onde passa a estrada e não do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

É papel da PRF patrulhar a BR, mas desde a sua construção isso nunca aconteceu. É papel da prefeitura fornecer a iluminação pública, mas nem inaugurada foi a nossa BR. É papel da universidade garantir a integridade física dos estudantes.

Cobramos explicações!
Iluminação e patrulhamento na BR já!
Pelo direito à segurança!

Atualização: 04/12/2015 16:40
Ofício entregue ao gabinete do prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque
Scan0001

Ofício entregue ao Departamento de Polícia Rodoviária Federal - Delegacia de Serra Talhada
Scan0002

Compartilhe!